Top Top: Vilões da Literatura


O dicionário apresenta várias definições para a palavra "vilão". A origem do termo está ligada à palavra latina villanus, que designava os habitantes das vilas ou propriedades durante a Idade Média. Os vilões camponeses que estavam ligados à terra, tendo a obrigação de trabalhar para o senhor sem, contudo, pertencerem a ele. Em dado momento, o termo vilão adquiriu um significado adicional, passando a designar uma pessoa que possui qualidades morais negativas. Esse termo passou a designar certos personagens da literatura que praticam ações maldosas. Um vilão digno pode garantir o sucesso de uma história, enquanto que um vilão mal-elaborado pode levá-la ao fracasso. 

Existem vilões para todos os gostos. Alguns acabam roubando a cena, atraindo para si a simpatia dos leitores. Outros são tão detestáveis que só podem mesmo ser odiados. Elaboramos a seguir uma lista com os melhores e piores vilões da literatura. Atenção: esse texto contém alguns spoilers dos livros aos quais os vilões pertencem! Recomenda-se cuidado ao ler!

Vilões que amamos odiar

1º Melkor e Sauron
Em primeiro lugar na nossa lista de vilões que amamos odiar está uma dobradinha de Senhores do Escuro criada por J.R.R. Tolkien. Melkor quase arruinou a criação, roubou as silmarils e foi responsável por uma guerra que resultou no afundamento de meio continente. Como se não bastasse, quando finalmente os Valar o prenderam, Sauron, seu fiel discípulo, tomou o seu lugar. Levou ao afundamento de Numenor, foi para a Terra Média e lá causou duas guerras e a ruína de muitos reinos. 
Motivos para odiar esses dois não faltam. Contudo, também não faltam motivos (tortos) para simpatizar com eles. Melkor criou os dragões e, no fim das contas, seu erro primordial foi apenas tentar ser criativo e cantar uma música diferente. Sauron criou os Anéis do Poder e provou ser um estrategista ainda melhor que seu mestre, enganando meio mundo para realizar seus objetivos.

2º Lorde Voldemort
Ele conquistou o mundo bruxo, morreu, voltou (sem nariz e parecendo um mendigo) e conquistou o mundo bruxo de novo. As horcruxes foram sua jogada de mestre e também sua perdição. Voldemort é um vilão com o qual simpatizamos pela sua triste história de vida e pelo bruxo brilhante que ele poderia ter sido se não tivesse seguido caminhos tão tortos. Abandonado pelo pai, sua mãe faleceu logo após seu nascimento, deixando-o num orfanato onde ele foi maltratado durante toda a infância. Ele nunca teve amor ou carinho e, quando teve a chance de ajudar, Dumbledore resolveu ignorar a situação, considerando-o já um caso perdido. 
Voldemort precisa ler Maquiavel para descobrir que "é melhor ser amado que temido". Quem sabe assim, se ele voltar mais uma vez, talvez consiga construir um reinado mais duradouro.

3º Heathcliff
O vilão de "O morro dos ventos uivantes" é provavelmente o mais amado. Quem aí leu o livro e não ficou pensando que a verdadeira vilã da história era a Catherine, enquanto Heathcliff foi só uma vítima de seus caprichos e do amor que sentia por ela? Quem não achou que o Hindley merecia ser esculachado depois de tudo o que ele fez? Pois é... apesar disso, a crueldade de Heathcliff foi além e machucou pessoas inocentes que não mereciam ser alvo de sua vingança. 
4º Hannibal
Inteligente, culto, refinado, bom cozinheiro, amante das artes, psiquiatra extraordinário. Hannibal seria um partidão se não fosse um serial killer canibal que utiliza partes de suas vítimas para cozinhar suas receitas especiais. Portador de um charme irresistível, Hannibal rouba a cena onde quer que apareça, seja nos livros, nos filmes ou na recente série de TV que não devia ter sido cancelada.


5º Jadis
A Feiticeira Branca das "Crônicas de Nárnia" é uma vilã que arrasa. Inteligente, cruel, sarcástica, fria, manipuladora, autoritária. E orgulhosa. Tão orgulhosa das maldades que fez que até resolveu exibir todas as criaturas que transformou em pedra em um salão. Uma flor de pessoa!


6º Moby Dick
A grande baleia branca que atormentou o capitão Ahab só se passaria por vilã nos pesadelos do referido capitão. Quem não passou o livro inteiro torcendo por ela? E não gritou um sonoro "bem-feito" quando ela destruiu o navio? Afinal, o que foi que ela fez de errado? Além de arrancar a perna do capitão louco, é claro...






Vilões que odiamos mesmo

1º Feanor
Muitos devem estar se perguntando: ué, mas o Feanor não era o mocinho? E a resposta a essa pergunta é: Feanor é egoísta, insensível, autoritário, ganancioso e meio louco. Ele se negou a ajudar os Valar e ainda arrastou os próprios filhos e  todo o seu povo ao longo de uma viagem que só trouxe morte e desgraça. Então não, ele não é o mocinho. Não é à toa que levou um fora da Galadriel, ela sabe das coisas!



 

2º  Joffrey Baratheon e Roose Bolton
Entre os muitos vilões detestáveis das Crônicas de Gelo e Fogo, os dois mais intragáveis são esses. Joffrey é uma criatura que praticamente dispensa comentários. Todo mundo que leu os livros e/ou assistiu à série sabe que ele é desprezível. E quanto à Roose Bolton... quatro palavras: o Norte se lembra!

3º Dolores Umbridge
Autoritária e sem noção, Dolores tentou roubar a direção de Hogwarts de Dumbledore, instituiu castigos desumanos e torturou os alunos da escola com sua famosa pena especial. Como se não bastasse, ainda colaborou com o governo de Voldemort feliz e contente. Impossível não odiar profundamente a sapa velha.


4º Misery
Essa simpática enfermeira serial killer passou boa parte de sua vida matando pessoas e fazendo parecer que as mortes foram acidentais. Sequestrou seu escritor favorito, torturou o coitado, queimou o manuscrito dele e ainda cortou o pé dele fora. Precisa de mais? Ela é irritante e a palavra "noção" não existe em seu vocabulário. Doida de pedra também se aplica.



5º Francisco Javier Fumero
Fumero aparece nos três livros da Trilogia do Cemitério dos Livros Esquecidos, de Carlos Ruiz Zafon. O termo "psicopata" define bem essa ilustre pessoa. Cruel ao extremo, autoritário, frio, insensível. Do tipo que adora torturar gente que está quieta e tornar a vida dos outros miserável. Sim, ele teve uma infância terrível. Não, eu não tenho pena depois do que ele fez em "O prisioneiro do céu". Nem um pouco. 


6º Venerável Jorge
Bibliotecário em "O nome da rosa", foi responsável pela morte de diversos monges cujo único pecado foi o desejo de ler um livro que era considerado inapropriado por tratar do riso. Também foi o responsável pelo incêndio de uma das maiores bibliotecas da Europa. Queimar livros é imperdoável. E ele é um homenzinho para lá de desprezível.


E aí, concordam com nossa seleção de vilões que amamos odiar e que detestamos? Deixem sua opinião nos comentários!


7 comentários:

  1. Ótima lista, e algumas Menções Honrosas: Saruman, que apesar de um joguete de Sauron conseguia manter a pose de mago sábio pra todo mundo, Lancelot de Crônicas de Artur, porque ele e odiável ao extremo.

    ResponderExcluir
  2. Provavelmente vamos fazer uma segunda edição desse post, porque vários vilões incríveis ficaram de fora. O Saruman com certeza entra na próxima!

    ResponderExcluir
  3. Adorei, também odeio o Joff de GoT.
    Sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Oi Michele!
    Ótima lista!
    Lord Voldemort o melhor kkkkkkkkkk
    Hannibal e a Annie de Misery são disparados os mais assustadores pra mim kkkkkkk
    Ah faz uma segunda edição sim,faltaram alguns vilões bem legais :D
    Abraços!!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. pode ser meio estranho, mas eu so conheço o joffrey scrr suhsauahs odeio ele ne é normal
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Gregorio e Cláudio obrigada pelos comentários! Annie e Hannibal não entraram na lista por um bom motivo... em breve vamos fazer resenhas dos livros nos quais eles aparecem, aí falaremos mais sobre os dois!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Ludmila obrigada pelo comentário! Odiar o Joffrey é a coisa mais normal do mundo hehehehehe

    ResponderExcluir

Bem-vindos ao Mundo Mágico dos Livros!