Resenha: Matadouro 5



Autor: Kurt Vonnegut
Editora: L&PM
Páginas: 224
Sinopse: Matadouro 5, obra-prima do norte-americano Kurt Vonnegut, conta a tentativa de um ex-soldado americano que lutou na Segunda Guerra Mundial e que assistiu ao bombardeio da cidade de Dresden de escrever sobre a experiência da guerra. O personagem por ele criado, Billy Pilgrim, é um americano bem de vida e interiorano que viaja no tempo, para outros planetas, e revisita diversos momentos da sua própria vida – sendo o ponto crucial da sua existência o episódio em que foi feito prisioneiro durante a Segunda Guerra, quando vivenciou o bombardeio da cidade alemã, em que morreram 135 mil pessoas – o dobro de mortes causadas pela bomba de Hiroshima. *

O resultado desta inusitada história é uma narrativa inigualável, fantasiosa, sarcástica, engraçada, satírica, irônica, triste e cheia de sentido. Publicado primeiramente em 1969, em plena Guerra do Vietnã, Matadouro 5 foi classificado pelo conselho editorial da Modern Library como um dos 20 melhores romances em língua inglesa do século XX. Embora seja conhecido como um dos principais romances norte-americanos antiguerra, nele Vonnegut oferece muito mais do que um libelo pacifista. Trata-se de crítica social da mais criativa, inclassificável e atual, da expressão de uma visão de mundo ingênua e desencantada ao mesmo tempo.



* Essa informação, embora conste na obra literária de Vonnegut e tenha por muitos anos sido considerada verdadeira, é hoje em dia considerada exagerada. Estima-se atualmente que 25 mil pessoas tenham morrido no bombardeio de Dresden. Para mais informações sobre o bombardeio de Dresden, recomendo esta matéria especial da Deutsche Welle.



Assista ao vídeo:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem-vindos ao Mundo Mágico dos Livros!